“GABARITO OFICIAL” PROCESSO SELETIVO UNIFICADO PARA RECRUTAMENTO DE ESTAGIÁRIOS 2019

0

GABARITO OFICIAL

 

DIREITO
QUESTÃO 01 D
QUESTÃO 02 C
QUESTÃO 03 D
QUESTÃO 04 C
QUESTÃO 05 B
QUESTÃO 06 C
QUESTÃO 07 A
QUESTÃO 08 B
QUESTÃO 09 C
QUESTÃO 10 C
QUESTÃO 11 A
QUESTÃO 12 A
QUESTÃO 13 D
QUESTÃO 14 B
QUESTÃO 15 D
QUESTÃO 16 B
QUESTÃO 17 D
QUESTÃO 18 C
QUESTÃO 19 C
QUESTÃO 20 A

 

ENGENHARIA CIVIL
QUESTÃO 01 D
QUESTÃO 02 C
QUESTÃO 03 D
QUESTÃO 04 C
QUESTÃO 05 B
QUESTÃO 06 C
QUESTÃO 07 A
QUESTÃO 08 B
QUESTÃO 09 C
QUESTÃO 10 C
QUESTÃO 11 C
QUESTÃO 12 B
QUESTÃO 13 D
QUESTÃO 14 A
QUESTÃO 15 C
QUESTÃO 16 C
QUESTÃO 17 C
QUESTÃO 18 B
QUESTÃO 19 B
QUESTÃO 20 D

 

 

ADMINISTRAÇÃO/CIENCIAS CONTABEIS
QUESTÃO 01 D
QUESTÃO 02 C
QUESTÃO 03 D
QUESTÃO 04 C
QUESTÃO 05 B
QUESTÃO 06 C
QUESTÃO 07 A
QUESTÃO 08 B
QUESTÃO 09 C
QUESTÃO 10 C
QUESTÃO 11 D
QUESTÃO 12 C
QUESTÃO 13 C
QUESTÃO 14 A
QUESTÃO 15 C
QUESTÃO 16 D
QUESTÃO 17 C
QUESTÃO 18 A
QUESTÃO 19 D
QUESTÃO 20 A

 

GABARITO OFICIAL

 

ASSISTENCIA SOCIAL
QUESTÃO 01 D
QUESTÃO 02 C
QUESTÃO 03 D
QUESTÃO 04 C
QUESTÃO 05 B
QUESTÃO 06 C
QUESTÃO 07 A
QUESTÃO 08 B
QUESTÃO 09 C
QUESTÃO 10 C
QUESTÃO 11 B
QUESTÃO 12 D
QUESTÃO 13 C
QUESTÃO 14 D
QUESTÃO 15 C
QUESTÃO 16 D
QUESTÃO 17 D
QUESTÃO 18 D
QUESTÃO 19 A
QUESTÃO 20 C

 

PEDAGOGIA
QUESTÃO 01 D
QUESTÃO 02 C
QUESTÃO 03 D
QUESTÃO 04 C
QUESTÃO 05 B
QUESTÃO 06 C
QUESTÃO 07 A
QUESTÃO 08 B
QUESTÃO 09 C
QUESTÃO 10 C
QUESTÃO 11 A
QUESTÃO 12 B
QUESTÃO 13 D
QUESTÃO 14 C
QUESTÃO 15 D
QUESTÃO 16 C
QUESTÃO 17 A
QUESTÃO 18 C
QUESTÃO 19 A
QUESTÃO 20 A

 

PARECER DA COMISSÃO ORGANIZADORA

PROCESSO SELETIVO DE ESTAGIARIO 2019

MUNICÍPIO DE NOVA BRASILANDIA DÓESTE/RO.

RECORRENTE: NAIRA FERNANDA RODRIGUES MARTINS

CARGO: ENGENHARIA CIVIL

QUESTÃO RECORRIDA: 19

 

Síntese do recurso: A resposta correta é a letra “D” onde o que se entende por fatores de impedância é: trajeto continuo, desobstruído e sinalizado que conecta os ambientes externos ou internos de espaços e edificações, que possa ser utilizado de forma autônoma e segura por todas as pessoas, inclusive aqueles com deficiência.

 

Disponível em: https://www.qconcursos/questõesdeconcurso

 

É o parecer.

A questão recorrida traz o seguinte enunciado:

QUESTÃO 19 – Sobre o projeto, construção, instalação e adaptação de edificações, mobiliários, espaços e equipamentos urbanos às condições de acessibilidade, entende-se por fatores de impedância:

  1. A) qualquer elemento natural ou edificado que possa ser utilizado como guia de balizamento para pessoas com deficiência visual que utilizem bengala de rastreamento.
  2. B) elementos ou condições que possam interferir no fluxo de pedestres, como por exemplo, mobiliário urbano, entradas de edificações junto ao alinhamento, vitrines junto ao alinhamento, vegetação, postes de sinalização, entre outros.
  3. C) elevação do nível do leito carroçável composto de área plana elevada, sinalizada com faixa de travessia de pedestres e rampa de transposição para veículos, destinada a promover a concordância entre os níveis das calçadas em ambos os lados da via.
  4. D) trajeto contínuo, desobstruído e sinalizado, que conecta os ambientes externos ou internos de espaços e edificações, e que possa ser utilizado de forma autônoma e segura por todas as pessoas, inclusive aquelas com deficiência.

Analisando a insurgência do recorrente, a comissão responsável pela elaboração da questão assim se manifestou:

INDEFERIMENTO. Prezado candidato, analisando sua manifestação, visualizamos que razão NÃO o assiste, visto que a alternativa correta é a “B”, conforme recorte abaixo:

3.20 Fatores de impedância:

 Elementos ou condições que possam interferir no fluxo de pedestres. São exemplos e fatores de impedância: mobiliário urbano, entradas de edificações junto ao alinhamento, vitrines junto ao alinhamento, vegetação, postes de sinalização, entre outros. 

Referencia bibliográfica: PRELIMINAR JUNHO 03 NBR 9050, Acessibilidade a edificações, mobiliário, espaços e equipamentos urbanos. Coordenação Adriana Romeiro de Almeida Prado Cepam/CB40 Equipe de redação e coordenação de subcomissão Ana Lúcia Burjato – Sec de Meio Ambiente do Estado de São Paulo.

Disponível: https://docplayer.com.br/35186806-Acessibilidade-a-edificacoes-mobiliario-espacos-e-equipamentos-urbanos.html

 

Posto isso, não acolhemos a justificativa do recorrente e opinamos pelo INDEFERIMENTO do recurso apresentado.

 

 


 PARECER DA COMISSÃO ORGANIZADORA

PROCESSO SELETIVO DE ESTAGIARIO 2019

MUNICÍPIO DE NOVA BRASILANDIA DÓESTE/RO.

RECORRENTE: RENAN BATISTA SILVA

CARGO: ENGENHARIA CIVIL

QUESTÃO RECORRIDA: 14

 

Síntese do recurso: A resposta correta do comando que permite movimentar um desenho na tela gráfica sem que sua escala seja alterada é a alternativa b (move).

 

O recorrente não apresentou referencia bibliográfica

 

É o parecer.

QUESTÃO 14 – Na elaboração de projetos técnicos com o auxílio do AutoCAD recorre-se à utilização de diversos comandos disponíveis no programa. O comando que permite movimentar um desenho na tela gráfica sem que sua escala seja alterada é o:

  1. A) Pan.
  2. B) Move.
  3. C) Strecht.
  4. D) Scale.

Analisando a insurgência do recorrente, o professor responsável pela elaboração da questão assim se manifestou:

INDEFERIMENTO. Prezado candidato, analisando sua manifestação, visualizamos que razão NÃO o assiste, visto que o mesmo não apresentou referência bibliográfica: informo ainda que no anexo IV, ou seja, o formulário de recurso há informação que a argumentação somente será analisada com referência bibliográfica.

 

Posto isso, não acolhemos a justificativa do recorrente e opinamos pelo INDEFERIMENTO do recurso apresentado.

 


PARECER DA COMISSÃO ORGANIZADORA

PROCESSO SELETIVO DE ESTAGIARIO 2019

MUNICÍPIO DE NOVA BRASILANDIA DÓESTE/RO.

RECORRENTE: Lorena Jhulian Cassiano de Oliveira

CARGO: Direito-semusa

QUESTÃO RECORRIDA: 04

 

Síntese do recurso: conforme o gabarito preliminar a questão 04 tem como alternativa correta a letra “C”. o que não pode ser desconsiderado. Todovia, a questão ora recorrida, há duas possibilidade para sua anulação: a primeira é que conforme pesquisas em sites, como o qconcursos.com, a questão “A” esta certa e também na gramatica normativa a respeito do tema concordância, pode ser concluir que há duas alternativas corretas na questão, ou seja tanto a alternativa de letra “C” com a “A” estão incorretas a alternativa “A” esta incorreta também pela fato do núcleo do sujeito encontra se no plural e o verbo encontra se em terceira  pessoa do singular do pretérito perfeito, sendo assim a mesma esta em desacordo com as regras de concordância, pois o verbo deveria seguir a regra do sujeito.

 

Referencia: qconcurso.com

 

É o parecer.

A questão recorrida traz o seguinte enunciado:

QUESTÃO 04 – Assinale a alternativa incorreta quanto á concordância:

  1. A) A maioria dos alunos desistiu.
  2. B) Ele é um dos empregados que trabalham.
  3. C) Fazem três dias que ele morreu.
  4. D) Ele é um dos empregados que trabalha.

Analisando a insurgência do recorrente, a comissão responsável pela elaboração da questão assim se manifestou:

INDEFERIMENTO. Prezado candidato, analisando sua manifestação, visualizamos que razão NÃO o assiste, visto que a alternativa correta é a “c”, mas como você citou no argumento que o núcleo do sujeito encontra se no plural e o verbo encontra se em terceira  pessoa do singular do pretérito perfeito, sendo assim a mesma esta em desacordo com as regras de concordância sendo assim opinamos para explicação quanto ao solicitado conforme recorte abaixo:

A regra geral de concordância verbal é que o verbo deve concordar com o sujeito, em número (singular/plural) e pessoa (1a. , 2ª. ou 3ª. pessoa). Mas, como o uso da língua é muito amplo, existem algumas regras específicas.  Esse é o caso da concordância em orações em que há expressões partitivas, como “a maioria”, “a minoria”, “grande parte de”, “mais da metade”.

Seguem exemplos de como podem ser conjugados os verbos:

Exs:

A maior parte dos colaboradores aderiu à greve. (singular)

Mais da metade dos funcionários não compareceram à reunião (plural)

Na primeira oração, o verbo está no singular; na segunda, está no plural. Vale ressaltar que ambas as frases estão corretas.

A explicação para a ocorrência do verbo no singular ou no plural nesses casos é a seguinte: quando o sujeito é formado por uma expressão partitiva (“a maior parte”, “mais da metade”)  acompanhada de um especificador no plural (“dos colaboradores”, “dos funcionários”), o verbo pode ser conjugado das duas formas.

Exs.:

A menor parte dos participantes não gostou/gostaram do curso.

Boa parte dos integrantes concorda/concordam com a política do grupo.

Menos da metade dos monitores lembra/lembram daquela aluna.

Mas há uma sutil diferença de sentido:

  1. a)   conjugar o verbo no singular, dá ênfase à noção de conjunto, de grupo (foco na expressão “a menor parte”, “boa parte”, “menos da metade”).
  2. b) conjugar no plural, enfatizam-se aqueles que formam o grupo ( “participantes”, “integrantes”, “monitores”), ainda que esta seja a forma incomum de redigir esse tipo de oração.

Como recomendação, dê preferência ao uso do verbo no singular quando redigir orações com expressões partitivas, por ser a mais usual. Mas saiba que tanto a versão no singular quanto no plural são aceitas gramaticalmente

 

Disponível:  http://escreverbem.com.br/expressoes-partitivas-e-concordancia-verbal

https://www.portugues.com.br/gramatica/concordancia-verbal-.html

 

Posto isso, não acolhemos a justificativa do recorrente e opinamos pelo INDEFERIMENTO do recurso apresentado.

 


PARECER DA COMISSÃO ORGANIZADORA

PROCESSO SELETIVO DE ESTAGIARIO 2019

MUNICÍPIO DE NOVA BRASILANDIA DÓESTE/RO.

RECORRENTE: Luciano Guedes Gonzaga

CARGO: Direito

 QUESTÃO RECORRIDA: 04

Síntese do recurso: De acordo o gabarito preliminar a questão 04 tem como alternativa correta a letra “C”. o que não pode ser discordar. Todavia,  há duas possibilidade para sua anulação: a primeira é obvia. Em analise em sites pesquisas como o qconcursos.com, qustão certa e também na gramatica normativa a respeito do tema concordância, pode se concluir que a duas questões esta correta, sendo que ambas estão incorretas tanto a letra “C” e “A”. a alternativa “A” claramente está incorreta,  a mesma trazendo em seu enunciado o seu seguinte enunciado : a) a maioria dos alunos desistiu. Destarte, que o núcleo do sujeito encontra se no plural e o verbo encontra se em terceira pessoa do singular do pretérito, sendo assim a mesma esta em desacordo com as regras de concordância, pois o verbo deveria a seguir a regra do sujeito e também se encontrar no plural.

 

Referencia: qconcurso.com

 

É o parecer.

A questão recorrida traz o seguinte enunciado:

QUESTÃO 04 – Assinale a alternativa incorreta quanto á concordância:

  1. A) A maioria dos alunos desistiu.
  2. B) Ele é um dos empregados que trabalham.
  3. C) Fazem três dias que ele morreu.
  4. D) Ele é um dos empregados que trabalha.

Analisando a insurgência do recorrente, a comissão responsável pela elaboração da questão assim se manifestou:

INDEFERIMENTO. Prezado candidato, analisando sua manifestação, visualizamos que razão NÃO o assiste, visto que a alternativa correta é a “c”, mas como você citou no argumento que o núcleo do sujeito encontra se no plural e o verbo encontra se em terceira  pessoa do singular do pretérito perfeito, sendo assim a mesma esta em desacordo com as regras de concordância sendo assim opinamos para explicação quanto ao solicitado conforme recorte abaixo:

A regra geral de concordância verbal é que o verbo deve concordar com o sujeito, em número (singular/plural) e pessoa (1a. , 2ª. ou 3ª. pessoa). Mas, como o uso da língua é muito amplo, existem algumas regras específicas.  Esse é o caso da concordância em orações em que há expressões partitivas, como “a maioria”, “a minoria”, “grande parte de”, “mais da metade”.

Seguem exemplos de como podem ser conjugados os verbos:

Exs:

A maior parte dos colaboradores aderiu à greve. (singular)

Mais da metade dos funcionários não compareceram à reunião (plural)

Na primeira oração, o verbo está no singular; na segunda, está no plural. Vale ressaltar que ambas as frases estão corretas.

A explicação para a ocorrência do verbo no singular ou no plural nesses casos é a seguinte: quando o sujeito é formado por uma expressão partitiva (“a maior parte”, “mais da metade”)  acompanhada de um especificador no plural (“dos colaboradores”, “dos funcionários”), o verbo pode ser conjugado das duas formas.

Exs.:

A menor parte dos participantes não gostou/gostaram do curso.

Boa parte dos integrantes concorda/concordam com a política do grupo.

Menos da metade dos monitores lembra/lembram daquela aluna.

Mas há uma sutil diferença de sentido:

  1. a)   conjugar o verbo no singular, dá ênfase à noção de conjunto, de grupo (foco na expressão “a menor parte”, “boa parte”, “menos da metade”).
  2. b) conjugar no plural, enfatizam-se aqueles que formam o grupo ( “participantes”, “integrantes”, “monitores”), ainda que esta seja a forma incomum de redigir esse tipo de oração.

Como recomendação, dê preferência ao uso do verbo no singular quando redigir orações com expressões partitivas, por ser a mais usual. Mas saiba que tanto a versão no singular quanto no plural são aceitas gramaticalmente

 

Disponível:  http://escreverbem.com.br/expressoes-partitivas-e-concordancia-verbal

https://www.portugues.com.br/gramatica/concordancia-verbal-.html

 

Posto isso, não acolhemos a justificativa do recorrente e opinamos pelo INDEFERIMENTO do recurso apresentado.

 

 

 

_________________________________________

 Eduardo Jose da Silva

PRESIDENTE

 

 BAIXAR O DOCUMENTO GABARITO

BAIXAR P DOCUMENTO PARECER DA COMISSÃO ORGANIZADORA

Comments are closed.

%d blogueiros gostam disto: